Manaus

Manaus | “Terra sem lei” – Mais um líder indígena é morto por traficantes após se recusar a abandonar ocupação.


Manaus-AM, 14 de junho de 2019.

 

Na tarde de ontem (13), um membro da etnia Mura, identificado pelo nome Willames Machado Alenca (Cacique Onça Preta), foi assassinado com oito tiros, na invasão Cemitério dos Índios, na Avenida Curaçao, bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus; esse já o segundo caso envolvendo líderes indígenas na mesa localidade.

Testemunhas relataram que uma homem não identificado se aproximou de Willames e disparou “à queima-roupa”, no momento em que vários representantes da comunidade se reuniam para definir as propostas que seriam apresentadas para regularização das terras em uma audiência na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM).

“Estávamos reunidos quando chegou o assassino e atirou no ‘Onça Preta’, sem perguntar nada. Depois saímos correndo e o suspeito fugiu”, relatou uma testemunha.

A vítima foi socorrida e levada para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Galileia mas não resistiu; a polícia foi enviada para o local para investigar os fatos, mas os moradores da comunidade se recusam a informar maiores detalhes por medo das facções criminosas que disputam o local.

“Aqui é uma área indígena e estão querendo tomar nosso território. O ‘Onça Preta’ era líder comunitário. Nós estamos sofrendo e sempre fomos oprimidos”, disse um morador.


Fonte: Em Tempo – https://d.emtempo.com.br/policia/150502/cacique-e-morto-com-8-tiros-por-pistoleiro-da-fdn-em-invasao-de-manaus

Imagem: Divulgação

Redação: Fabrício Aguiar – Isso é Amazonas